quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O estranho caso dos irmãos Boateng


Ver dois irmãos no mesmo campo de futebol não é nada de extraordinário ou até recente. Vê-los de lados diferentes, lutando por emblemas diferentes já se torna mais raro, mas ainda assim não mais estranho. A situação atinge a peculiaridade quando em campo estão diferentes seleções. Ver dois irmãos defender diferentes nações era algo nunca antes visto, até aparecerem os irmãos Boateng.

Decorria o ano de 2010 e na África do Sul defrontavam-se Alemanha e Gana na fase de grupos do Campeonato do Mundo. Mas o que fez deste um jogo tão marcante na história dos Mundiais? Era a primeira vez que dois irmãos se defrontavam, representando países diferentes, em tal competição. Os protagonistas: Jerome e Kevin-Prince Boateng. Nascidos em Berlim, filhos de pai ganês mas de diferentes mães, os irmãos Boateng cresceram em zonas diferentes mas formaram-se juntos, no Hertha de Berlim. Ambos representaram ainda as seleções jovens da Alemanha. Kevin optou, ainda assim, por representar a seleção do Gana.

Pouco tempo antes do Mundial, um momento coloca em causa a estabilidade familiar. Kevin-Prince lesiona o capitão alemão Michael Ballack na final da Taça de Inglaterra. Jerome entende que a entrada era merecedora de cartão vermelho, o que não agradou a Kevin. As relações foram cortadas e ambos decidiram seguir o seu caminho. Mas eis que o destino (ou o sorteio do Campeonato do Mundo) decidiu juntar os seus caminhos novamente. Alemanha e Gana iam defrontar-se na fase de grupos do Mundial 2010. O mesmo onde Ballack não estava devido à lesão que tinha levado à confusão entre os Boateng. O confronto punha frente-a-frente Kevin e Jerome, num duelo pelo qual muitos aguardavam. A disputa foi pacífica, a Alemanha ganhou, mas o Gana também garantiu a passagem e não se notou qualquer atrito entre os irmãos Boateng.

Com o tempo, os laços familiares tomaram conta da situação, com ausência de qualquer indício de descontentamento ou irritação entre ambos. A relação entre ambos é neste momento totalmente normal e pacífica. Fica para a história um confronto marcante e nunca antes visto na maior competição de seleções do Mundo.

1 comentário(s):

Theo disse...

curiosa a coincidência de que nesse confronto os irmãos Boateng trajavam Puma e Adidas, marcas de dois irmãos que também brigaram.

30 de agosto de 2013 às 19:32

Enviar um comentário

 
DUPLO PIVOT | by TNB ©2010